c5f1ef09-d4d8-417e-9656-53d8e0d7cff8.jpg
Renata Gesomino

Doutora em História e Crítica da Arte pelo PPGAV-UFRJ. Mestre em História e Crítica da arte pelo PPGAV-UFRJ, bacharelado em artes plásticas - pintura pela Escola de Belas Artes da UFRJ. Possui licenciatura em educação artística pela UCAM-AVM. Tem experiência na área de Artes Visuais com ênfase em Pintura Moderna e Contemporânea, estudos pós-coloniais e nas relações entre arte e política. Atualmente produz textos e resenhas críticas exercendo a atividade como crítica de arte e curadora independente. Professora adjunta do Departamento de Ensino da Arte e Cultura Popular do IART-UERJ. Coordenadora do projeto de extensão da UERJ MACP.

a668f4c9-4b29-4e9f-81f1-09c9660cf12f.jpg
Clarisse G. S.

Clarisse Gonçalves, 1998. Graduação em história da arte em andamento na UERJ. Pesquisadora e historiadora da arte situada no Rio de Janeiro. Atualmente pesquisa manifestações artísticas periféricas, negras, e afrodescendentes no estado do Rio de Janeiro. Bolsista do projeto “Mapeando Arte e Cultura Visual Periférica” e colunista da Revista Desvio.

159b3be9-6a20-494d-bf7e-b64627f544d4.jpg
Mariana Vidal

Bangu, Rio de Janeiro. Arte educadora com licenciatura em Artes Visuais pela UERJ, onde também cursa o bacharelado. Atualmente integra três grupos de pesquisa na universidade: Mapeando Arte e Cultura Visual Periférica, Laboratório de Cinema e Vídeo e Campo Experimental da Imagem.
 

4f613252-2a7e-4858-8637-7668e490a7c0.jpg
Beatriz Albuquerque

Graduanda em Artes Visuais pela UERJ. Carioca da Zona Norte. Tem experiência como arte-educadora em museus e centros culturais da cidade. Atualmente é pesquisadora do projeto de extensão Mapeando Arte e Cultura visual Periférica e do Laboratório de Cinema e Vídeo.

23d5e9e7-a08f-45a3-9b5e-1f1a54861d62.jpg
Victória Lopes

Graduanda em Artes Visuais, UERJ. Pesquisadora, arte-educadora, designer e moradora da Baixada Fluminense do Rio de Janeiro. Tem experiência como mediadora em museus e centros culturais. Pesquisa modos de descentralização e descolonização dos aparatos culturais do Rio de Janeiro e valorização educacional da arte periférica. Integra o grupo de pesquisadoras do projeto “Mapeando Arte e Cultura Visual Periférica”.

302ba39f-7a84-4f47-8de6-a03e9295c73c.jpg
Lisa Miranda

Mestranda em Arte e Cultura Contemporânea PPGARTES/ UERJ. Pós graduanda na especialização em Saberes e Fazeres no Ensino de Artes Visuais no Colégio Pedro ll. Graduada em Artes Visuais /UERJ. É professora de artes e pesquisadora de estudos feministas. Tem experiência como arte/educadora em museus e centros culturais no Rio de Janeiro.  Integrante do grupo de extensão Mapeando Arte e Cultura Visual Periférica MACP/UERJ e do grupo de pesquisa MOTIM - Mito, rito e cartografias feministas nas Artes (CNPq).

fotobio Barbara Copque.jpg
Bárbara Copque

Amo a Portela, meu time é o Madureira e fotografo desde pequena. Sou pós-doutora em antropologia, dei máquinas fotográficas para crianças em situação de rua, entrei com máquinas nos presídios cariocas e sempre utilizo a fotografia nos meus estudos sobre violência institucional; participo do coletivo Negras[fotos]grafias, publiquei livros, artigos, realizei ensaios fotográficos, vídeos etnográficos e participei de exposições individuais & coletivas, a ultima no Museu de Arte do Rio de Janeiro/MAR, na exposição “Casa Carioca”. Atualmente sou profª adjunta na UERJ, onde subchefio o Departamento de Formação de Professores e coordeno o Núcleo de Estudos Visuais em Periferias Urbanas, participando também, do grupo Afrovisualidades.

WhatsApp Image 2021-03-19 at 11.37.15 AM
Yoko Nishio

É artista visual, professora adjunta da Escola de Belas Artes da UFRJ e pesquisadora. Começou a se dedicar ao tema da violência no doutorado, que teve como objeto a análise de desenhos e inscrições nas paredes de prisões e delegacias. É doutora e mestre em Artes Visuais pela EBA/UFRJ. Tem diversos trabalhos publicados sobre a relação imagem e violência. Expôs em 2018 no 9º Salão dos Artistas Sem Galeria, nas galerias Zipper (SP), Sankovsky (SP) e Orlando Lemos (MG) e no Abre Alas 14, na galeria Gentil Carioca. Atualmente é pesquisadora do NuVisu - Núcleo de Estudos Visuais em Periferias Urbanas, com o estudo Pintura e Materialidade: imagens da violência e do controle.

Screenshot_1.png
George Magaraia

É fotógrafo, graduado em Comunicação Social na UFRJ e História da Arte na UERJ e Graduando na Universidade Indígena Aldeia Marakanã e em Licenciatura em Artes Visuais na UERJ. Atuante em fotografias de imprensa e eventos coorporativos desde 2002, Desenvolve duas linhas de pesquisa de trabalhos autorais: Espectros e Povos Tradicionais, onde acompanha e registra as atividades da Universidade Aldeia Marakanã desde 2011. Bolsista do projeto “Mapeando Arte e Cultura Visual Periférica”. Parte de sua produção está disponibilizada no site: georgemagaraia.com.br.